sábado, 27 de fevereiro de 2016

Doutrina Espírita - Princípio inteligente - Progresso Espiritual - Livre Arbítrio - Mortes Prematuras - Almas dos Cretinos e dos Idiotas



O princípio inteligente independe da matéria. A alma individual preexiste e sobrevive ao corpo.
O ponto de partida ou de origem é o mesmo para todas as almas, sem exceção; todas são criadas simples e ignorantes e sujeitas a progresso indefinido. Nada de criaturas privilegiadas e mais favorecidas do que outras. Os anjos são seres que chegaram a perfeição, depois de haverem passado, como todas as outras criaturas, por todos os graus da inferioridade. As almas ou Espíritos progridem mais ou menos rapidamente, mediante o uso do livre arbítrio, pelo trabalho e pela boa-vontade.
      A vida espiritual é a vida normal; a vida corpórea é uma fase temporária da vida do Espírito, que durante ela se reveste de um envoltório material, de que se despe por ocasião da morte.
      O Espírito progride no estado corporal e no estado espiritual. O estado corpóreo é necessário ao Espírito, até que haja galgado um certo grau de perfeição. Ele aí se desenvolve pelo trabalho a que é submetido pelas suas próprias necessidades e adquire conhecimentos práticos especiais. Sendo insuficiente uma só existência corporal para que adquira todas as perfeições, retoma um corpo tantas vezes quantas lhes forem necessárias e cada vez encarna com o progresso que haja realizado em suas existências precedentes e na vida espiritual. Quando adquiriu no mundo tudo aquilo que pode nele adquirir, deixa-o para ir para outros mundos mais avançados, intelectual e moralmente, cada vez menos materiais, e assim continuamente até a perfeição, da qual a criatura é suscetível.
    O estado feliz ou infeliz dos Espíritos é inerente ao seu adiantamento moral; sua punição é a consequência de seu endurecimento no mal, de sorte que, perseverando no mal, se punem eles mesmos, mas a porta do arrependimento jamais lhes é fechada, e podem, quando querem, retornar ao caminho do bem e chegar, com o tempo, a todos os progressos.
   As crianças que morrem em tenra idade podem ser mais ou menos avançadas, porque já viveram em existências anteriores, onde puderam fazer o bem ou cometer más ações. A morte não os livra das provas que devem sofrer, e recomeçam, em tempo útil, uma nova existência sobre a Terra, em mundos superiores, segundo o seu grau de elevação.
   A alma dos cretinos e dos idiotas é da mesma natureza que a de qualquer encarnado; frequentemente, a sua inteligência é superior, e sofrem a insuficiência dos meios, que têm para entrar em relação com os seus companheiros de existência, como os mudos sofrem por não poderem falar. Abusaram de sua inteligência, em sua existências anteriores, e aceitaram, voluntariamente, estar reduzidos á impossibilidade para expiarem o mal que cometeram, etc.,etc.

Livro Obras Póstumas - As Cinco Alternativas da Humanidade - V Doutrina Espírita - Allan Kardec.

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Livros não Espíritas nas bibliotecas e livrarias Espíritas

É  muito comum atualmente, presenciarmos livros comprovadamente não espíritas estando expostos nas bibliotecas e livrarias espíritas, e ainda mais para piorar a situação no movimento espírita, estes livros são mais recomendados e incentivados, do que os próprios da codificação de Allan Kardec e autores respeitáveis que seguem fielmente a Doutrina Espírita para serem estudados.
Em momento algum irei citar nomes de autores, apenas do nosso grande Kardec, porém aqueles que estão a frente dos trabalhos em suas instituições, levando o conhecimento doutrinário, devem analisar com muita atenção e cautela, de como está suas bibliotecas de estudos e livrarias de vendas de livros. Devemos seguir Allan Kardec fielmente e não permitir que obras não espíritas, que muitos autores utilizam o dinheiro arrecadados pelas vendas de seus livros para seu benefício próprio, estarem sendo divulgados e incentivados por nós espíritas. O ensinamentos de Jesus e os estudos de Allan Kardec são o nosso guia e modelo, para realmente sabermos separar o joio e o trigo, e estarmos sempre atentos a obras que se dizem Espíritas.

Vejamos o que Allan Kardec e os espíritos amigos dizem a respeito:

"LIVRO DOS MÉDIUNS - Capítulo 28 - CHARLATANISMO E PRESTIDIGITAÇÃO  - MÉDIUNS INTERESSEIROS - AS FRAUDES ESPÍRITAS".

306. Médiuns interesseiros não são somente os que podem exigir um pagamento. O interesse nem sempre se manifesta pela ambição de um lucro material, mas também pelas pretensões de qualquer espécie em que se apoiam desejos pessoais. Essa é também uma fraqueza de que Espíritos brincalhões sabem servir-se muito bem, aproveitando-a com habilidade e astúcia notáveis, embalando em enganos e ilusões os que caem sob a sua dependência.
            Em resumo:a faculdade mediúnica é concedida pela pratica do bem e os Espíritos bons se afastam de quem pretender transformá-la em meio para alcançar qualquer coisa contrária aos desígnios da Providência. O egoísmo é a chaga da sociedade. Os Espíritos bons a combatem.   Não se pode supor que queiram ajudá-la.Isso é tão racional que seria inútil insistir a respeito.

sábado, 13 de fevereiro de 2016

O uso da Palavra Passe e suas consequências no Movimento Espírita.


No movimento Espírita Brasileiro, aderiu-se o nome Passe, o conhecido tratamento de doação  de fluidos humanos e espirituais. Se formos com o intuito de pesquisar ''PASSE'' em qualquer obra escrita por Allan Kardec, não haverá sucesso. Encontraremos ''MAGNETISMO, MAGNETIZADOR, ÁGUA MAGNETIZADA, onde o nosso grande Cientista e Filósofo Allan Kardec aborda muito bem junto com o esclarecimento do Mundo Espiritual esta ciência que se uniu ao Espiritismo ou podemos dizer que forma uma única. Desta forma o nome Magnetismo tornou-se desconhecido para muitos Espíritas e muito pouco estudado, fazendo-se perder a sua profundidade e finalidade que esta ciência possui na Doutrina Espírita.  
''Para se tornar um Passista (Magnetizador) basta a boa vontade que os espíritos farão o resto''. - Frase muito usada no movimento Espírita Brasileiro.
  Pensamento muito equivocado, e para quem estuda profundamente o Magnetismo, sabe muito bem a importância do estudo (Técnicas) junto com a vontade ardente de auxiliar o necessitado.




Conceito de Magnetismo:

É a ciência que estuda, analisa e sugere métodos para que se empregue, com eficiência , os fluídos magnéticos ou os fluídos da alma humana, em favor dos que deles precisam - JACOB MELO.

O magnetismo vem a ser a medicina dos humildes e dos crentes, (...) de quantos sabem verdadeiramente amar. - Leon Denis, no livro  No Invisível, Parte 2, cap.XV.

 Conceito de Passe:

Deve entender-se sob o nome de passes, todos os movimentos feitos com as mãos, por cima das roupas (....) - Magnetismo Curativo - Volume 1 - Manual Técnico - Alphonse Bué.

Observando todos estes pontos acima, devemos levar com mais seriedade o Magnetismo,  avaliar os conceitos empregados em nossas instituições, dando mais atenção para esta ciência, que contribuiu para a codificação da Doutrina Espírita. Avaliar profundamente o tratamento Magnético com os pacientes que buscam o consolo de suas dificuldades através dos Passes Magnéticos e não deixar tudo nas mãos dos Espíritos, algo que Deus nos proporcionou em nossa essência aqui no Plano Material que é o Magnetismo.